A Vida do seu Negócio

October 24, 2011

O legado que deixamos é o espelho do que somos e construímos em vida.

 

Avô rico, pai remediado, filho pobre. Tão certeiro quanto o conhecido mote é a realidade da família de quem não planeja o futuro do próprio negócio. São conhecidos e não raros, os casos de grandes empresas de abastadas famílias, cujo patrimônio não resiste três gerações. Não se trata apenas de falta de planejamento e previsão acurada sobre as possibilidades futuras. É também um descaso de comportamento, atrelado ao tabu, que recusa a oficializar a única e paradoxal certeza que temos em vida: a morte.

Seu negócio está preparado para sua morte?  Chocante? A princípio pode parecer, no entanto é apenas mais um dos componentes do planejamento empresarial, que embora mórbido, faz parte da vida das pessoas físicas e jurídicas. Considerar o que acontecerá com a família e com o patrimônio após a morte é uma questão de responsabilidade consciente. Buscar dispositivos que assegurem a continuidade do negócio é medida preventiva de quem zela por aquilo que construiu com tanto trabalho. A preservação de um patrimônio só é garantida com planejamento adequado.

Proteger a vida futura e as condições saudáveis de um negócio é também defender a história de vida pessoal e deve ser  procedimentos de rotina, da  mesma forma como mantemos o seguro do carro, da casa ou de outros bens, para suportar as eventualidades. A morte e a única regra da vida que não admite improvisação.

PARADIGMA

Ninguém gosta de tocar no assunto ou conviver rotineiramente com a possibilidade da morte, mas a verdade é que ela inegavelmente faz parte do contexto, e quando se trata de negócios e patrimônio não deve ser diferente. Do contrario, é delegar nossas conquistas de uma vida inteira à aleatoriedade do destino. Sem planejamento preventivo, os riscos de uma fortuna se esvair repentinamente na ausência do seu fundador são maiores e neste caso, de que adianta trabalhar tanto e construir um patrimônio?

Quebrar paradigmas nunca foi tarefa fácil, e considerando a natureza do tema, queremos ficar bem longe dele. O futuro de um negócio não pode ficar por conta do acaso e na pendência das suposições, esperando que o pior não aconteça. As histórias das grandes fortunas dilaceradas ao longo do tempo indicam com clareza que a falta de planejamento divide os patrimônios indiscriminadamente, ao invés de fazê-los crescer de geração em geração. O cuidado preventivo e o único meio de preservar um patrimônio e garantir que o legado se perpetue entre os descendentes.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Pensar em investimentos offshore começa com uma simples certeza; nada nas leis brasileiras proíbe que os brasileiros abram uma conta bancária no exter...

Basico Sobre Contas Offshore

August 5, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

December 5, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga