Quanto Mais Cedo Melhor

November 29, 2011

Preparar a geração que assumirá o futuro de um negócio é garantir a continuidade do trabalho plantado e a multiplicação do patrimônio.

 

Pense numa empresa como o campo. As semelhanças são claras. A terra é devidamente preparada para receber a semente. Aragem, adubagem, irrigação, plantio, florada, colheita. Um trabalho que leva tempo e muita dedicação até a hora de colher os frutos. Com a formação do patrimônio não é diferente. Gerado com muito trabalho e acumulado a duras penas durante longos anos de renúncias e investimentos pessoais, os bens de um negócio podem se esvanecer de geração em geração se o futuro não for devidamente preparado. Assegurar o futuro é ter mais tranquilidade para trabalhar com o presente.

 

O mote é quanto mais cedo melhor. O planejamento sucessório, tanto de um empreendimento quanto do patrimônio pessoal, junto à terceira geração deve começar tão logo possível. Situações presentes correm o risco de mudar de um momento para o outro; e circunstâncias inesperadas tendem a fugir de controle e comprometer o trabalho de uma vida inteira. Estabelecer um plano de sucessão tem também a relevante vantagem de poupar o emocional do núcleo familiar. A organização preventiva pode evitar as desgastantes pendengas entre herdeiros e seus agregados.

 

Nos EUA é preocupação comum iniciar uma poupança específica para garantir a universidade do filho, desde o momento em que ele nasce. A medida assegura que se algo passar com os pais, a criança terá acesso à educação complementar. Começa por aí o comportamento preventivo de quem realmente se preocupa com o futuro. Guardadas as devidas proporções o princípio é o mesmo no caso do patrimônio familiar e dos bens gerados por uma empresa. A diferença fica por conta das consequências da falta de planejamento, que quando relacionadas ao trabalho de uma vida inteira serão bem maiores e desastrosas do que simplesmente a impossibilidade de proporcionar estudos aos filhos.

 

O futuro começa no presente e delegá-lo ao acaso do destino com suas possíveis surpresas sem tomar as devidas precauções é correr riscos desnecessários. O planejamento adequado e personalizado à realidade de cada patrimônio é a medida preventiva que pode assegurar o futuro da família e a continuidade do negócio minimizando ou eliminando os riscos de perdas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Pensar em investimentos offshore começa com uma simples certeza; Nada nas leis brasileiras proíbe que os brasileiros abram uma conta bancária no exter...

Basico Sobre Contas Offshore

August 5, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

December 5, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon