Cinco razões para pensar imediatamente em um plano de sucessão

August 18, 2011

O que você pretende deixar para as próximas gerações? Você já parou para pensar nisso? A seguir, listamos as principais razões para planejar com antecedência o que será feito com tudo que você construiu ao longo da sua vida.


1 – A falta planejamento leva a uma situação em que alguém, que nem você, nem a sua família conhecem, tomará decisões extremamente importantes sobre como seus ativos serão distribuídos. Se você não definir claramente em um testamento como seus bens serão distribuídos, um juiz o fará.


2 – A manutenção da harmonia familiar é o segundo principal motivo para o planejamento da gestão do seu patrimônio. É sabido que o relacionamento entre parentes próximos é um tema complexo; muitas vezes, problemas só ocorrem após o falecimento de uma pessoa-chave na família, quando cifras e patrimônios são dados à divisão. A adição de cônjuges aumenta a complexidade das relações entre irmãos - sem os pais por perto para agir como agentes de decisão, a divisão de bens pode levar a discussões sérias ou até a ações legais.

3 - Minimizar responsabilidade fiscal é um outro fator importante: o planejamento adequado da transferência de riqueza pode reduzir significativamente os impostos cobrados sobre os bens da família.

4 - Preservar a riqueza da família é algo que as pessoas querem e devem fazer. Você trabalhou duro; por que seus filhos e netos não devem ter assegurada uma vida com riscos financeiros minimizados? Estabelecer um estilo de vida luxuoso ou garantir a educação e o bem-estar das futuras gerações são decisões que estão em seu poder.

5 - Proteger os ativos de credores imprevistos e predadores é uma questão em que a maioria das pessoas não pensa . Muitos acreditam que, ao falecerem, levarão junto suas dívidas. Este não é o caso: reclamações e demandas podem alcançar o inventário. Em conjunto com um planejamento de proteção do patrimônio, medidas podem ser tomadas para evitar possíveis problemas futuros. Normalmente, depois de saber que um processo está em curso, ja é tarde para proteger o patrimônio.

Planejamento para o que acontecerá depois da morte não é propriamente um exercício agradável. Perguntas difíceis têm que ser feitas e analisadas com muita antecedência, a fim de manter a harmonia da família e preservar a riqueza do indivíduo, além de garantir que seja utilizada de modo que satisfaça os seus desejos. As questões são ainda mais complicadas quando há componentes internacionais na riqueza da pessoa. Uma sugestão: aproveite o fim do ano, período normalmente dedicado ao planejamento, à reflexão, e discuta estes assuntos com advogados e consultores com experiência internacional para garantir o planejamento adequado do seu patrimônio.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Pensar em investimentos offshore começa com uma simples certeza; Nada nas leis brasileiras proíbe que os brasileiros abram uma conta bancária no exter...

Basico Sobre Contas Offshore

August 5, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

December 5, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon